top of page

Cirurgia de trombose hemorroidária: é preciso operar na urgência?

Dizem que em medicina os casos vêm aos pares… Em uma semana, atendi dois casos de pacientes com trombose hemorroidária que haviam passado por mais de um colega coloproctologista e queriam uma segunda opinião e, se possível, fazer cirurgia.


Quem acompanha o nosso blog há mais tempo sabe que trombose hemorroidária é um problema que parece maior do que é. Com certeza causa muito desconforto, mas em sua grande maioria não representa grandes riscos à saúde da pessoa e é uma questão prioritariamente de paciência.


Você sabe o que é a trombose hemorroidária?

A trombose hemorroidária é um problema também conhecido como coágulo anal ou hematoma anal e consiste na coagulação do sangue dentro dos vasos das hemorroidas.


Esse processo é desencadeado geralmente por um traumatismo local e, como a cascata da coagulação não é previsível, o coágulo pode crescer e formar um grande nódulo ou ser apenas uma pequena ondulação endurecida na superfície anal.


O paciente fica preocupado com o nódulo que está crescendo em seu ânus ou com a dor que a distensão dos tecidos próximos manifestam e normalmente, procura serviços médicos de urgência.


Para saber um pouco mais sobre a trombose hemorroidária, clique aqui para ler os nossos outros textos no blog.


Qual é o tratamento padrão para trombose hemorroidária?

O preconizado pela maior parte da literatura médica é a abordagem clínica, afinal de contas, temos hematomas se formando em vários pontos do nosso organismo e ele mesmo se encarrega de reabsorver o sangue após cessado o estímulo traumático.


O problema é que demora e isso tem que ser explicado para a pessoa.


Mesmo com uso de medicações orais e locais, um trombo hemorroidário pode demorar mais de seis semanas para se resolver e isso gera ansiedade e medo no leigo.


As primeiras medidas são sempre físicas:

  • Melhora do hábito intestinal

  • Alimentação saudável e hidratação frequente

  • Medicações flebotônicas (por exemplo, Diosmina, Hesperidina, Troxerrutina e Melilotus officinalis) que melhoram a circulação local e diminuem o inchaço, ajudando a aliviar o desconforto, sangramento e o tamanho do nódulo.

  • Pomadas também podem ter efeito semelhante e podem ser usadas em associação com anestésicos locais, em situações em que o sofrimento está muito intenso.

A alimentação saudável é uma das medidas no tratamento da trombose hemorroidária
A alimentação saudável é uma das medidas no tratamento da trombose hemorroidária

Além disso, quando a inflamação e a dor são intensas demais, drogas anti-inflamatórias e analgésicas estão indicadas. Por outro lado, antibióticos não são normalmente necessários, mas podem ser prescritos quando há sinais de infecção e necrose local.


Cirurgia de trombose hemorroidária vale a pena?

Chegamos finalmente à pergunta do título, será que é necessária uma cirurgia de trombose hemorroidária?


Bem, por tudo que escrevemos antes, a resposta principal é que, de início, não. Em quase 20 anos de especialidade, tive que indicar operação de hemorroida em dois pacientes com trombose hemorroidária, apesar de ter sido abordado por mais de uma centena de pessoas pedindo pelo procedimento.


Indicação da cirurgia de trombose hemorroidária

A literatura médica tem vários estudos realizados no exterior e no Brasil em que a indicação de cirurgia de trombose hemorroidária deve ser feita em situação de exceção e conforme alguns fatores básicos. Em outras palavras, precisamos manter em mente que:

  1. O problema melhora sozinho na grande maioria dos pacientes.

  2. O fato de a pessoa ter tido trombose hemorroidária não significa que vai sofrer de hemorroidas posteriormente.

  3. Quando o nódulo é grande, assusta, e o sofrimento faz com que a pessoa tome medidas desesperadas, mas o médico deve manter a calma.

  4. A chance de complicações como fissuras pós-operatórias, peles excessivas residuais e até estreitamento do canal anal, é aumentada nos casos de cirurgia nessas condições.

Confiança no tratamento

O medo de complicações não pode ditar a indicação do tratamento. Isto é, quando o caso está nas mãos de um especialista, os riscos são baixos e, quando o paciente não melhora com todos os tratamentos instituídos ou quando há infecção que não responde ao uso de antibióticos, não tem jeito… Tem que operar.


Seguindo preceitos cirúrgicos básicos em coloproctologia, os pacientes vão evoluir bem e terão seu problema resolvido.


Conclusão

Então, a resposta final à pergunta do título é: a cirurgia de trombose hemorroidária quase nunca deve ser na urgência, mas o acompanhamento clínico está indicado para todo mundo.

Grande abraço, pessoal.

bottom of page