top of page

Complicações de cirurgia de intestino: conheça 5 sintomas

Não há maneira fácil de dizer, mas TODAS as cirurgias têm algum risco de complicar. Ou seja, é essencial saber identificar precocemente as complicações de uma cirurgia de intestino.


Os avanços da medicina minimamente invasiva permitem que procedimentos complexos sejam cada vez mais realizados por via laparoscópica ou robótica. O tratamento de doenças intestinais sem a necessidade um grande corte abdominal – para expor bem os órgãos –, era impensável para muitos cirurgiões há apenas duas décadas.


Mas, hoje, essa é a nossa rotina. Não somente o aspecto técnico evoluiu, como também a recuperação anestésica e pós-operatória precoce permitem que um paciente, submetido a cirurgias de mais de seis horas de duração, tenha alta em menos de dois dias.


Complicações de cirurgia de intestino

As complicações de cirurgia de intestino são possíveis principalmente nas que envolvem a manipulação, ressecção e fechamento de defeitos intestinais. Neste artigo, vamos abordar a complicação mais temida pelo cirurgião de intestino: o vazamento da emenda do intestino, a chamada fístula pós-operatória.


Características do intestino

Nosso intestino é um órgão que possui características peculiares, que levam a riscos próprios no pós-operatório, como:

  • O intestino é oco;

  • Ele precisa manter a sua função (não há possibilidade de repouso);

  • Possui o microbioma (microorganismos que povoam o seu interior e não podem ser erradicados).

Então, temos uma estrutura que não pode parar, que tem uma função de transportar conteúdo contaminado até o ânus e, quando parte ou um segmento intestinal é removido, ele deve ser emendado com uso de pontos com fios cirúrgicos ou grampeadores especiais.


Essa emenda é hermética e, além disso, testada durante a operação, mas a cicatrização vem por meio do nosso organismo e nem sempre ela acontece como deveria.


A fístula é isso, a falha na cicatrização da emenda do intestino, com derrame de fezes e/ou secreções intestinais nos órgãos internos. Por isso, as complicações de cirurgia de intestino, como as cirurgias de cólon e reto são tão temidas e perigosas.


A abordagem deve ser agressiva, precoce e, usualmente, com necessidade de uma operação de urgência.


Complicações de cirurgia de intestino podem demorar

Muito se engana quem pensa que a complicação de um procedimento coloproctológico abdominal é imediata. Por sinal, complicações podem ocorrer até 14 dias no pós-operatório, inclusive em pacientes que estão bem e em casa, se recuperando.


É por isso que TODO paciente precisa de uma boa orientação sobre retorno ao hospital ou clínica e ao cirurgião que o operou, pois a rápida resposta pode definir a agressividade da abordagem e o risco de morte.


5 sintomas de complicações de cirurgia de intestino

Os principais sintomas de complicação abdominal serão detalhados abaixo.


1. Piora progressiva do quadro clínico

Se a pessoa teve alta hospitalar, significa que estava bem e melhorando a cada dia. Claro que é comum um dia a pessoa se sentir melhor e em outro um pouco pior, mas, se a recuperação parece estar evoluindo mal, é hora de procurar orientação.


2. Febre sustentada

Um ou outro pico febril pode acontecer após a cirurgia de intestino, mas, se você medir a temperatura, ela estiver alta e não baixar, também é um sinal de alerta.

A febre é um dos sinais das complicações de cirurgia de intestino
A febre é um dos sinais das complicações de cirurgia de intestino

3. Frequência cardíaca persistentemente aumentada

Se a frequência cardíaca fica aumentada com o paciente mesmo em repouso, é importante ficar de olho. Não é normal frequência cardíaca acima de 100 batimentos por minuto sem motivo e de maneira constante. Contate o seu médico.


4. Dor abdominal que não melhora

Apesar de a dor ser comum nas cirurgias, hoje, com a modernização da analgesia e dos procedimentos minimamente invasivos (vídeo e robóticos), ela não costuma ser problema.


Por outro lado, quando as secreções intestinais entram em contato com as alças de intestino e o peritônio, tudo muda:

  • Dor muito forte;

  • Barriga endurecida pela contração dos músculos da parede abdominal, principalmente no local afetado ou infectado.

Se isso acontecer, vá ao serviço de urgência imediatamente.


5. Paralisação dos movimentos do intestino

Quando há qualquer contaminação da cavidade abdominal por bactérias, pus ou secreções intestinais, a primeira coisa que acontece é a paralisação do peristaltismo, movimento natural de propulsão do bolo fecal.


Assim, o paciente começa a ficar enjoado, pode vomitar e para de eliminar fezes e gases. É o caso de procurar o seu médico.


Não é motivo de desespero

Mas, calma, pessoal, esse assunto não precisa ser um bicho de sete cabeças.


Quando começamos a falar de complicações, as pessoas já começam a ficar de cabelo em pé. A verdade é que as complicações de cirurgia de intestino não são tão frequentes assim.


Vale lembrar que cerca de 95% dos procedimentos intestinais não apresentam complicações e, mesmo os que complicam, nem sempre estarão com o vazamento de alças de intestino.


Cirurgia deve ser bem indicada

A grande maioria dos pacientes vai se recuperar da cirurgia de intestino, sem nenhuma intercorrência, e com o objetivo alcançado. Se a operação foi indicada, há um motivo claro que sempre é melhorar uma condição que está levando risco à qualidade de vida ou sobrevivência da pessoa.


Esse texto apenas visa mostrar como identificar precocemente um problema sério e, se abordado da maneira correta, vai ser corrigido pelo médico, e a recuperação se dará de maneira mais adequada.


Até breve!

17 comentários


cristinadallelaste
há 4 dias

Boa noite,

Meu pai operou em 17/04/2024 um tumor no intestino e removeu todo o intestino grosso, não precisou colocar a bolsa.

A cirugia durou 5 horas, no mesmo dia Já foi pro quarto.

No dia 19 fui ao hospital visitar ele, porém estava febril, pressão 7/4 só dormia e teve vômito (líquido verde), corri chamei a enfermeira, ela disse que meu pai estava com esses sintomas, pois não estava se alimentando...fiquei furiosa, disse que aquilo não era normal. Só sei que quando sai do quarto pra ir embora, meu pai passou desmaiou, correram com ele, fazer exames...só sei que desde esse dia meu pai está hoje 37 dias na UTI em estado grave....os médicos dizem que o intestino não…

Curtir

cleonicemendes710
07 de mai.

Meu pai fez a cirurgia de intestino tem um mês e ele continua com uma diarréia que não passa,e aumenta quando ele come isso é normal? Tiraram só um pedaço do intestino,tem consulta quase toda semana,os médicos falam que é assim mesmo, porque ele ficou com pouco intestino

Curtir

Ana Maria
Ana Maria
25 de abr.

Meu esposo fez cirurgia para retirar um tumor e retiraram um pedaço do intestino e a vesícula correu tudo bem segundo o medico que fez a cirurgia.

Passado dois dias da cirurgia meu esposo começou a passar mal e começou a vomitar fezes e menos de uma hora meu esposo veio a obto isso porque ele ainda estava em observação no UTI foi tudo muito triste.

Na minha opinião foi negligência medica falta de atenção e cuidados pois ele reclamou incomodo na barriga e gosto de ovo na boca falaram que era gazes.

Só sei que perdi meu esposo tem menos de dois meses

😭😭😭😭

Curtir
cristinadallelaste
há 4 dias
Respondendo a

Concordo com você foi negligência, pois uma cirugia tão complexa dessas o protocolo de sinais vitais precisam ser no mínimo de 2 em 2 horas pra evitar risco. Estou passando isso com meu pai, está a 37 dias hospitalizado 😭estamos desolados!

Curtir

Lucio Alves
Lucio Alves
05 de fev.

Boa tarde! Fiz uma cirurgia do intestino está fazendo 20 dias, porém agora está apresentando uma leve dor e com uma parte dura como se fosse um caroço é normal isso, como também fazendo cocô um pouco duro com um pouco de dificuldade

Curtir

Cassia Moreira
Cassia Moreira
09 de nov. de 2023

Olá em 2017 sofri um ataque com arma branca fui separar briga e a moça foi perfurar minha colega e me acertou e pegou meu intestino delgado tive que usar há bolsa de colostomia pq não podia emendar pq tinha que esperar tempo de cicatrização o pedaço que ficou dentro minha reversao era com 3 meses mas nesse periodo descobrir uma gravidez então reversão ficou pra depois que eu ganhasse , ganhei e com 1 mês fiz há reversão só que hoje depois de 5 anos estou sentindo umas dores uma ardência bem no local aonde o médico fez há reversão , quando devo me preocupar ? corri risco de solta vazar fezes depois de 5 anos de cirurgia ?

Curtir
bottom of page