top of page

Prolapso retal e constipação: forçar para evacuar deixa o reto para fora?

Na semana passada, eu estava acompanhando as notícias sobre saúde intestinal e me deparei com uma matéria com o seguinte título: “Forçar para evacuar não é saudável e pode deixar o reto para fora”.


“Pelas barbas do profeta!” (saudades do querido Silvio Luiz), quase caí da cadeira! Tive que ler. Propaganda é mesmo a alma do negócio… O artigo não é ruim e posso dizer que é até bem completo, mas erra num fato muito sério a respeito de prolapso retal e constipação: confundir causa com fator contribuinte.


Pessoal, nós já pudemos conversar muitas vezes e aprofundar sobre as causas da constipação. Sabemos que até 30% da população tem o intestino preso e, se isso causasse a prolapso retal, viveríamos em um caos.


Ainda que forçar para evacuar não seja indicado, precisamos organizar melhor os pensamentos para entender se a prisão de ventre causaria mesmo a exteriorização do ânus.


O que é prolapso retal?

Conhecido popularmente como “reto para fora”, o prolapso retal consiste na exteriorização da parede do reto através do ânus, ou seja, a mucosa intestinal fica exposta e pode causar muito sofrimento à pessoa.


O tamanho do intestino exposto varia muito, podendo ser desde uma pequena proeminência anal que retorna espontaneamente para dentro, até um grande volume que fica constantemente para fora e impede a pessoa de vestir suas roupas normalmente.


Para quem não entendeu essa explicação, de maneira grosseira, o aspecto é de um ânus aberto, com o intestino “virado do avesso”.


Causas do prolapso retal

O problema do prolapso retal é basicamente de sustentação. Em outras palavras, as estruturas que seguram o intestino dentro da pelve perdem sua função e o intestino começa a se movimentar em direção ao canal anal.


As principais causas conhecidas do prolapso são:


  • Envelhecimento

  • Desnutrição

  • Lesões estruturais da pelve (espontâneas ou cirúrgicas)

  • Infecções parasitárias

  • Tosse e espirros crônicos

  • Alterações crônicas da evacuação (aqui está incluída a constipação, mas como fator associado)

  • Lesões neurológicas da coluna

  • Síndromes genéticas


Uma boa nutrição ajuda a manter a saúde intestinal e prevenir certos problemas, como a constipação
Uma boa nutrição ajuda a manter a saúde intestinal e prevenir certos problemas, como a constipação

Sintomas do prolapso retal

Os principais sintomas que uma pessoa com prolapso retal apresenta são:


  • Sensação de volume exteriorizado pelo ânus

  • Incontinência fecal

  • Dor

  • Sangramento e secreção na roupa íntima

  • Massa vermelha exposta


Prolapso retal é perigoso?

As pessoas geralmente perguntam se prolapso retal é um problema perigoso. “Pode virar câncer, doutor”?


A grande maioria das pessoas não tem nenhum risco de problemas graves associados ao prolapso. Em raros casos, pode haver sofrimento da parte exposta com sangramento e até lesão desta parte do intestino. É por isso que todos os casos devem ser avaliados por um especialista.


Mas não se preocupe, o prolapso retal não é fator predisponente para transformação maligna, isto é, câncer.


Tratamento para prolapso retal

Para você que já está se perguntando, existe tratamento para o prolapso retal.


As causas nutricionais sempre devem ser abordadas, mas predominantemente o que traz a resolução do problema é uma intervenção cirúrgica. A via preferencial é minimamente invasiva por laparoscopia ou robótica, mas abordagens transanais também são possíveis em casos selecionados.


Conclusão

Em resumo, a constipação intestinal está relacionada fortemente a ocorrência do prolapso retal, mas não como causa isolada do problema. Sendo assim, todos os casos devem ser analisados individualmente, e não se deve entrar em pânico se o intestino não funcionar adequadamente.


Para tudo, uma abordagem correta leva aos melhores resultados.


Até mais!

Kommentare


bottom of page