top of page

THD: conheça essa cirurgia sem cortes para hemorroida

Na semana passada, fiz uma publicação no meu Instagram sobre a técnica de THD como opção de cirurgia de hemorroida sem cortes. Apesar de não ser uma novidade, fiquei impressionado com a quantidade de solicitações para saber mais sobre esse assunto.


Fui olhar no histórico de postagens em nosso blog e me surpreendi: nunca havia escrito especificamente sobre a técnica THD! Acho que ela merece um post exclusivo, então vamos lá!


Relembre: o que são hemorroidas?

Hemorroidas é o nome dado a estruturas do nosso canal anal que o revestem como se fossem travesseiros, sendo chamadas de coxins ou mamilos hemorroidários. Elas são recheadas por vasos sanguíneos e têm basicamente duas funções:

  • Proteger o ânus durante a passagem das fezes

  • Manter o ânus fechado quando estamos em repouso

Todos nós temos esses coxins hemorroidários, mas apenas algumas pessoas sofrem de dor, sangramento e exteriorização de estruturas internas pelo ânus, o que chamamos de doença hemorroidária.


O que é THD e para que serve?

Agora, vamos saber sobre a técnica THD para tratar a doença hemorroidária.


THD é a sigla em inglês para Desarterialização Hemorroidaria Transanal e consiste no tratamento de hemorroidas por meio de dois princípios:

  • Ligadura arterial que reduz o fluxo sanguíneo até o mamilo (da região anal)

  • Reposicionamento das estruturas a fim de diminuir o prolapso que exterioriza pelo ânus

Achou difícil? Vamos tentar simplificar.


Como a THD trata hemorroidas?

Uma das principais causas de sangramento das hemorroidas é o excesso de fluxo sanguíneo e, baseado nesse princípio, o THD utiliza um sonar para identificar a artéria que leva sangue até o mamilo para que possamos ligá-la e corrigir esse problema.


Porém, corrigir o excesso de fluxo não resolveria outro problema: o excesso de mucosa que fica no canal anal e se exterioriza quando a pessoa faz força, evacua, ou mesmo espontaneamente.


Assim, por meio de pequenos pontos com fios absorvíveis, o cirurgião consegue fixar essa mucosa que fica se movimentando lá dentro do reto, o que melhora muito a qualidade de vida.


Diferença entre a cirurgia convencional e a THD

A cirurgia convencional de hemorroida consiste em remover os mamilos hemorroidários doentes, e a ferida é deixada aberta ou fechada com pontos. Então, sempre há algum tipo de corte e essa cirurgia tem fama de dor no pós-operatório, o que a maioria das pessoas teme.


Mesmo com a técnica cirúrgica e as medicações analgésicas tendo melhorado muito, o desconforto nos primeiros dez dias após o procedimento é bastante intenso. Por isso, a THD veio para diminuir esse sofrimento. Vários estudos demonstraram que a dor pós-operatória é menor comparada com a operação convencional.


A dor pós-operatória da THD costuma ser menor
A dor pós-operatória da THD costuma ser menor

Toda hemorroida pode ser operada com THD?

Todos os graus de hemorroidas podem ser operados por essa técnica, mas com algumas ressalvas, o paciente deve ser informado que quanto maior é o mamilo hemorroidária e quanto mais componente externo ele possui, maior a chance de que haja retorno da doença.


Os melhores resultados são obtidos nas hemorroidas grau I, II e III.


THD trata hemorroidas sem corte, mesmo?

A técnica THD original não inclui nenhum tipo de corte, todavia ela só pode ser aplicada em hemorroidas totalmente internas, ou seja, nos casos em que há componente externo exuberante, pequenos cortes externos podem ser realizados para corrigi-los.


É por isso que cada caso deve ser considerado individualmente para que o melhor resultado seja obtido.


O resultado dessa cirurgia é melhor?

Essa é uma ótima pergunta e a resposta é: depende. Se o resultado almejado for a resolução definitiva dos sintomas e nunca mais ser necessário outro procedimento, a cirurgia convencional tem melhores resultados.


Isso se dá quando comparamos com todas as técnicas minimamente invasivas, pois a cirurgia convencional remove os mamilos hemorroidários doentes enquanto as outras não.


De toda forma, os resultados do THD são excelentes, com mais de 90% de sucesso a longo prazo, além de:

  • Retorno ao trabalho mais rápido

  • Menos dor no pós-operatório

Então, se o que doente procura é recuperação mais rápida e com menos sofrimento, o THD é uma ótima opção.


Última dúvida: a THD dói muito?

Dor é algo muito subjetivo e varia de pessoa para pessoa, mas o uso de analgésicos potentes é menos frequente em pessoas submetidas ao THD, e a maioria deles não reclama de grande sofrimento.


Faz parte da formação de um cirurgião completo, o conhecimento das técnicas disponíveis para o tratamento de uma doença e, assim, permitir uma decisão conjunta com o paciente baseado nos melhores dados científicos e no que ele quer.


Até semana que vem, pessoal!

Comentarios


bottom of page